Moção «Contra o encerramento do balcão do Millennium BCP em Poceirão»

A União das Freguesias de Poceirão e Marateca, foi surpreendida com o anúncio do encerramento do balcão do Millennium BCP de Poceirão, situação, a todos os títulos, incompreensível e lamentável, já que este, sendo atualmente o único banco a operar na freguesia, regista uma procura elevada.

Os serviços bancários são essenciais e a sua proximidade física condição fundamental para o fácil acesso, sendo, por isso, esta decisão unilateral do Millennium BCP lesiva para a população de Poceirão.

O encerramento de serviços públicos, agrava significativamente a situação da população desta Freguesia, já de si em geral carenciada de serviços públicos de proximidade que traduz novas dificuldades e penalizações acrescidas para as populações da própria Freguesia e das Freguesias que lhes estão próximas, e mais afastadas do centro do Concelho.

Neste caso, além de passarem a não ter balcões bancários, quando já quase não têm as vulgares Caixas ATM, assiste-se à falta de outros serviços de reconhecido interesse para as populações, tais como a inexistência de transportes públicos, o deficiente funcionamento dos Centros de Saúde.

A União das Freguesias de Poceirão e Marateca não pode deixar de condenar o encerramento deste serviço bancário e, deu nota disso em reunião, com a Administração do Millennium BCP.

Assim, o Executivo da Junta da União das Freguesias de Poceirão e Marateca, reunida a 18 de junho de 2020, delibera:

- Manifestar o seu apoio à luta da população de Poceirão que, legitimamente, se indigna e se mobiliza em defesa dos seus direitos e do serviço bancário na freguesia;

- Instar a administração do Millennium BCP a reverter esta política e a ter em conta os interesses da população de Poceirão.