Freguesia de Amora participou no exercício «A Terra Treme»

O exercício nacional de proteção civil «A Terra Treme» decorreu no dia 15 de novembro, na Junta de Freguesia de Amora. A iniciativa, que vai na 7.ª edição, foi promovida pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e procurou chamar a atenção para o risco sísmico e para a importância de comportamentos simples que os cidadãos devem adotar em caso de sismo, mas que podem salvar vidas, os denominados procedimentos e medidas em matéria de autoproteção.

A sensibilização em matéria de autoproteção é crucial já que o território nacional possui zonas particularmente sensíveis ao risco de sismo. Podemos estar em qualquer lado quando começar um sismo, mas estaremos preparados para enfrentar uma situação deste tipo e recuperar rapidamente?

Este ano, a Junta de Freguesia de Amora participou no exercício, com a colaboração do Serviço Municipal de Proteção Civil. O presidente Manuel Araújo, responsável pela segurança, manifestou interesse em realizar um simulacro de evacuação.

Após o minuto convencionado para o exercício «A Terra Treme», durante o qual os participantes foram convidados a executar os 3 gestos que salvam: baixar, proteger e aguardar, todos os que se encontravam no edifício da junta de freguesia, executivo, funcionários e público, saíram ordeiramente para o exterior para o local definido como ponto de encontro. Foram cumpridos os procedimentos normais em situações de evacuação: o funcionário designado para o efeito procedeu ao corte da eletricidade e desligou a água, por sua vez o presidente da Junta de Freguesia assegurou-se de que o edifício estava totalmente evacuado e dirigiu-se também para o ponto de encontro, dando por terminado o exercício.